Kentucky Route Zero é uma tragédia. E todas as tragédias acabam do mesmo jeito.

A balsa finalmente chegou. Depois de dois anos, Kentucky Route Zero, Act IV foi lançado na última terça-feira. O jogo começa logo onde o terceiro ato acabou em 2014: você está atravessando o subterrâneo Rio Echo em busca da Dogwood Drive, a rua indicada na encomenda que Conway precisa entregar.

Se você quer saber a minha opinião agora, eu posso te dizer: a espera valeu cada segundo.

Kentucky Route Zero cresceu muito nesses três anos em que está sendo lançado (o primeiro ato foi distribuído no início de 2013), mas sua história continua bastante intimista. Seguimos Conway, um entregador de antiguidades que precisa levar uma última encomenda ao seu destino, antes de se aposentar por motivos de negócios não irem bem. Logo no primeiro ato ele cruza seu caminho com Shannon, uma reparadora de televisores que, também, está perdendo o emprego. Ambos precisam encontrar a rota que dá nome ao jogo, enquanto cruzam com figuras únicas nas ruas, e cavernas, de Kentucky.

Prepare-se, porém. Se os três atos anteriores eram um crescendo constante, Kentucky Route Zero, Act IV é um baque. Há muito o que explorar aqui para remontar as histórias que foram apresentadas antes. Personagens novos nos dão novas interpretações sobre os acontecimentos (inclusive da morte de Charlie, em uma cena fantástica), os contos de Here and There Along The Echo, (nosso jogo favorito do ano passado) ganham vida própria e, claro, novas palhinhas do que está por acontecer no último ato.

Se algo pode ser dito sobre Kentucky Route Zero, Act IV sem revelar muito do enredo, é que ele se preocupa, agora que passamos do clímax do jogo e esperamos o dénouement, em nos deixar nos mesmos pés de nossos personagens. Não é por nada que muito do jogo se passa, diferentemente dos atos anteriores que víamos a ação por cima ou consideravelmente distantes, no mesmo nível dos personagens, vendo-os muito mais próximos. Act IV é desesperador. A noite está acabando, mas dentro da caverna não há luz. Ezra não sabe para onde ir. Shannon começa a racionalizar suas ações. Junebug e Johnny parecem ser os únicos calmos na situação.

Não se engane, porém. Tudo está ruindo.

E assim, nesse tom desesperador e quase apocalíptico que encontramos, e deixamos, os personagens em Kentucky Route Zero, Act IV, o jogo finalmente iguala a atual situação do mundo endividado de Kentucky com os sentimentos de seus personagens. Não é mais a melancolia que os bate, mas a fúria de se sentir amarrados, tentando resolver seus problemas, mas cada vez se prendendo mais. Kentucky Route Zero não está brincando em serviço. E, pelo visto, nem Conway. As coisas estão ficando feias para todos os lados. Kentucky Route Zero, agora, é o nosso reflexo.

Kentucky Route Zero, Act IV pode ser adquirido juntamente com os outros atos no Steam e no GOG. O quinto ato será lançado dentro de um ano ou mais. Eu não consigo esperar.